• Gabriella Porto

Importância dos Insetos para Culturas Florestais e Ecossistema

Quando falamos em insetos a primeira coisa que vem a nossa mente são as baratas, formigas, doenças que por eles podem ser causadas, e outras coisas que podem nos causar repulsa. Contudo, o que poucos sabem, é que os insetos são seres importantes para um ecossistema, pois, junto com outros organismos, eles são capazes de manter e realizar manutenções no meio em que vive.



Importância


No ecossistema, os insetos são fundamentais para a preservação e produção de alimentos para pássaros, morcegos e pequenos mamíferos, além de serem os responsáveis pela quebra de estruturas biológicas, que aceleram o processo de decomposição;


Além dessa importância ecológica, os insetos podem possuir:


  • Importância econômica: pois, são usados para produzir diversos produtos, como, por exemplo: abelhas para a produção de mel, cera, própolis e geleia real e outro grande exemplo, seria o bicho-da-seda, que a partir de seu casulo é retirado o fio da seda.




  • Importância médica: por provocarem uma grande quantidade de doenças em humanos, os insetos ganham destaque nesse setor, podemos citar, por exemplo, os mosquitos, que são vetores de doenças como malária, febre amarela, dengue, chikunguya e filariose.




Polinização


Outro serviço vital, fornecido por alguns insetos como abelhas, borboletas, vespas e besouros, é a polinização, que consta na transferência do grão de pólen de uma planta para outra, garantindo sua fecundação, sendo considerado um fenômeno essencial para a manutenção da biodiversidade.

Cerca de 2/3 da produção da alimentação humana depende direta ou indiretamente, visto que, cerca de 90% das 250 mil espécies de plantas com flores, depende da polinização, feita principalmente pelos insetos.



Indicadores de perturbação ambientais


Utilizados para avaliar o impacto ambiental e os efeitos da fragmentação florestal, devido sua capacidade de responder à qualidade e quantidade de recursos disponíveis, os insetos também são influenciados pelas diferenças dentro de um habitat.

Devido essas características, e ao fato de serem abundantes em todos os tipos de sistemas florestais, os insetos são utilizados como eficientes indicadores biológicos, sendo capazes de: indicar a qualidade da água, do solo, e determinar a presença, ou não, de poluentes e contaminantes.


Aumento da mortalidade de determinados insetos


Os insetos estão em grande quantidade pelo mundo, porém, sua enorme diversidade não é o suficiente para protegê-los da ameaça de extinção em massa. Isso devido aos seguintes fatores:


  1. Perda de habitat: devido à agricultura intensiva;

  2. Crescente uso de pesticidas químicos;

  3. Espécies invasoras;

  4. Aquecimento global.

Esses são os principais fatores que contribuem para o declínio do número de insetos, porém, o primeiro é visto como o fator mais prejudicial.


Como salvar os insetos?


Trouxemos algumas medidas, que visam, contribuir para que os insetos não entrem em extinção, sendo elas:


  • Restauração de paisagens: plantio de árvores, arbustos e canteiros de flores;

  • Eliminação de pesticidas mais perigosos;

  • Implementação de políticas eficazes de redução de emissão de carbono;

  • Consumo de alimentos orgânicos, que visa a diminuição do uso de pesticidas.

Contudo, podemos perceber, que os insetos, além de serem os responsáveis tanto por prejuízos quanto por benefícios à espécie humana, são também, responsáveis pelo equilíbrio dos ecossistemas.





 

Gostou do artigo? Acompanhe a gente se inscrevendo no nosso blog através do botão "Login/Registre-se".



Fontes:

https://revistabioika.org

https://www.acidadeon.com

https://www.preparaenem.com

https://escolakids.uol.com.br



91 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo