• Eduarda Francisco Pires

One Health: Você Sabe O Que É?

Atualizado: 25 de out. de 2021

One Health ou Saúde Única é um termo que abordar as questões que envolvem a integração da saúde humana, saúde animal e o ambiente, seu objetivo é elaborar e implementar práticas efetivas para a prevenção e controle dos impactos que esses dois assuntos interdependes causam ao meio ambiente.



 

Os seres humanos e os animais sempre dividiram o mesmo ambiente, e durante muitos anos foram considerados assuntos independentes, porém no século 19 o médico patologista alemão Rudolf Virchow (1821-1902) declarou que esses dois assuntos precisavam estar interligados, através desse pensamento cunhou o termo zoonose (doenças infecciosas de origem animal que são transmitidas para humanos).


Com o decorrer dos séculos, novos estudos foram sendo desenvolvidos constatando similaridades de doenças infecciosas em animais e seres humanos, entretanto, a aproximação desses assuntos só foi acontecer nos últimos anos.


Saúde humana, animal e ambiental


O One Health reconhece que a garantia da saúde humana depende do equilíbrio desses fatores, por isso é necessário a implementação de politicas publicas que visem trazer medidas interdisciplinares entre o homem, o animal e o mundo verde.

Os efeitos do desmatamento acelerado já podem ser sentido pela sociedade, mudanças climáticas e o surgimento de novas doenças, são exemplos de algumas problemáticas que a população vem enfrentando. Em 2018 foi publicado na revista científica Nature, um estudo baseado nas doenças infecciosas que surgiram entre 1940 a 2004, onde foi visto que cerca de 60% dessas doenças eram de origem animal. Isso prova como o ambiente influencia no bem-estar humano.



Surgimento de novas doenças


Uma série de microrganismos podem trazer riscos a saúde humana, com a intensa integração dos seres humanos com a ambiente animal, profissionais capacitados precisam estudar muito bem essa interação, com o intuito de garantir a segurança e o bem-estar da saúde humana na produção de alimentos, na criação de animais domésticos, entre outros. Porém, com o avanço da degradação ambiental, o ser humano afeta o equilibro de ecossistemas e se expõe a novos microrganismos que podem acarretar o surgimento de novas doenças. Por vivermos vivemos em um mundo globalizado, a nossa locomoção se tornou mais rápida e fácil, o que possibilita a proliferação de patologias que podem acarretar em novas pandemias.


A saúde única busca integrar esses meios para estudar medidas que alinhem esses fatores e possibilite o equilíbrio entre eles. Em janeiro desse ano o Fórum Econômico Mundial, que é uma organização sem fins lucrativos que realiza encontros anualmente em Davos, na Suíça, e reúne os principais líderes políticos, empresários e acadêmicos, realizou uma reunião que resultou na publicação da 16ª edição de seu relatório relacionado aos riscos globais (The Global Risks Report 2021). Nessa publicação foi listado os dez maiores impactos negativos que a próxima década irá enfrentar, como doenças infecciosas, danos ambientais, clima extremo, entre outros.

Após analisar esses impactos é visto que da saúde humana, animal e ambiental precisam caminhar juntos para o controle e prevenção de novos prejuízos para a saúde global.


 

Gostou do artigo? Não esquece de compartilhar e acompanhar a Flora Júnior se inscrevendo no nosso blog através do botão "Login/Registre-se".



Fontes:

Bioemfoco.com.br. Acesso em 24 de setembro de 2021.

Suinoculturaindustrial.com.br. Acesso em 24 de setembro de 2021.

Onehealthbrasil.com. Acesso em 24 de setembro de 2021.

Politize.com.br. Acesso em 27 de setembro de 2021.

Agrarias.ufpr.br. Acesso em 27 de setembro de 2021.

25 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo