top of page
  • Marcelo Araujo

Por que controlar plantas daninhas?

Para saber o motivo de se realizar o controle, primeiro, precisamos saber o que são plantas daninhas.

Plantas Daninhas são todas as plantas que perturbam o crescimento das culturas, sendo persistentes e tendo um efeito negativo na atividade humana, consideradas plantas indesejáveis.


Estas plantas geralmente crescem em condições desfavoráveis, como ambientes secos ou úmidos, temperaturas baixas ou altas e diferentes tipos de solo. Além de resistentes a pragas e doenças, essas plantas conseguem produzir grandes quantidades de sementes viáveis ​​com múltiplas formas de dispersão.

Das 350.000 espécies conhecidas, apenas 3.000 são cultivadas, cerca de 250 espécies são universalmente reconhecidas como plantas daninhas, cerca de 40% das quais pertencem a apenas duas famílias: Poaceae (gramíneas) e Asteraceae.


Qual o prejuízo que elas promovem?


As terras de cultivos que possuem infestação dessas plantas tem seu valor comercial reduzido e possivelmente impossibilita a agricultura. Os efeitos negativos de sua presença nas plantações incluem a competição por recursos limitados.

O grau de perturbação das plantas daninhas nas lavouras é determinado pelas espécies presentes na área, pela distribuição regional das plantas daninhas, pelo período de convivência das plantas daninhas com as lavouras e pelo ambiente. A competição por nutrientes essenciais é muito importante porque muitas vezes eles são limitados.


Técnicas de Manejo


Para o controle das ervas daninhas, algumas medidas podem ser aplicadas, tanto em conjunto, quanto, individualmente. São elas:


  • Controle preventivo: ações realizadas para prevenir o surgimento dessas espécies;

  • Controle cultural: a rotação de culturas é um método que impede a propagação de daninhas;

  • Controle mecânico: se trata da capina manual;

  • Controle físico: uma das técnicas desse tipo de cultura, é a inundação;

  • Entre outros.


As ervas daninhas são espécies prejudiciais a culturas, por isso, é sempre bom estar atento a sua propagação e as formas e técnicas corretas para eliminar esse problema.







 

Gostou do artigo? Acompanhe a gente se inscrevendo no nosso blog através do botão "Login/Registre-se".








Referências Bibliográficas


https://www.embrapa.br/tema-plantas-daninhas/sobre-o-tema

https://blog.agromove.com.br/plantas-daninhas/

https://blog.aegro.com.br/plantas-daninhas/

https://www.fcav.unesp.br/Home/departamentos/fitossanidade/leonardobiancodecarvalho/livro_plantasdaninhas.pdf

https://terramagna.com.br/blog/erva-daninha/





4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page